Pular para o conteúdo principal

Mini wedding | Jessica e Paulo Victor

Jessica filha de brasileiros nascida nos Estados Unidos, conheceu Paulo Victor lá, quando ele esteve a trabalho. Começaram a namorar e as viagens de lá para cá e de cá para lá aumentaram as saudades e o desejo de algo mais sério. Mas o filhinho deles veio resolver esse impasse.  Então resolveram morar e casar aqui para que Paulo Victor acompanhasse seu filho e sua esposa mais de perto. Tive o privilégio de passar algumas horas com eles, levantando os gostos e necessidades e amei logo de cara os dois. E o desejo dos dois, um estilo mais americano, cores verde e branco, formas mais descontruídas, rústica. Sem dúvida, o tipo de decoração que nos emociona fazer. Escolheram o Restaurante Rubaiyat, um dos locais gastronômicos tão lindos e tão tranquilos de se trabalhar, todos muito atenciosos e prestativos, em destaque o responsável pelos eventos João Pedro. Os bolos de rolo foram feitos pela tia Nadia (ou Nadia Freire), que também faz bolos sob encomenda. Ela deixou alguns pedaços para nó…

Mini wedding | Quando o sonho se realiza e encanta os noivos

Olhar para um salão equipado para reuniões empresariais e sociais, de um moderno e bem conceituado restaurante, parece não combinar com um casamento que remete delicadeza, suavidade, romantismo e aconchego.

À primeira vista não parece possível.

Mas a Thainá e seu marido acreditaram no desafio e na realização dos seus sonhos.

Não queriam nada ostentoso e glamouroso, afinal, seria uma recepção para um almoço após a cerimônia no civil, numa terça-feira.

Mas não era uma terça-feira qualquer. Não para eles. 

Talvez a primeira ideia fosse algo realmente despretensioso, só para comemorar o momento, confraternizar com os amigos e a família. Mas não deixa de ser um dos momentos mais importantes e significativos na vida de um ser humano. 

E se não ficar bom? E se ficar feio? E se a decoração não conseguir transformar o salão? E se faltar algo? E se...E se...E...se...

Quando a data vai se aproximando, acho que até pesadelos passam na experiência deles. Mais para um do que para o outro. Ou para ambos. 

Pensando bem, não é tão despretensioso assim. Não é tão simples assim. Será que a gente acertou? Será que não era melhor ter colocado mais coisas? Será que tudo vai combinar? Será? De novo o será, né...

Então vem o dia, o momento, o acontecimento...

E deu certo. Tudo certinho. Muito mais que perfeito.

E o brilho nos olhos dos noivos diz tudo.

Felizes por mais essa história de amor de duas pessoas que ousaram acreditar que é possível um sonho se tornar realidade. Mesmo nas possibilidades

Menos sempre será mais.